segunda-feira, 3 de junho de 2019

Sampaoli es necesario hacer la pelota pasar del medio campo. ¡Externos y volantes estáticos jamás!

El equipo del Atletico MG es extremadamente rápido, y funciona muy bien por los laterales del campo. Si queremos realmente avanzar en la copa de Brasil, el Santos va a tener que superarse el asunto de salida de balón, calidad en la distribución de jugadas para ganar el juego en la calidad ofensiva como buenos pases y patadas a gol. Esta salida de balón, debe básicamente estar en la recepción de los extremos defensores, sean zagueros laterales o volantes, y un buen revesamiento y espacio futuro en la salida de balón de los atacantes.
Los extremos defensivos y ofensivos deben cambiar de posición en la banda lateral, pero también en diagonal y lateralmente con los volantes, tanto para "abrir el abanico", como para cerrar en la defensa cuando sea necesario.
Tenemos dos externos izquierdos que marcan y defienden bien: Jorge y Jonathan, y dos externos derechos que también pueden hacer bien esa función por la derecha: Ferraz y Sanches. Jorge y Sanches con características de volantes y armadores por el centro avanzado también, caminando al tercio central, con Ferraz y Jonathan laterales, alas, revesando en la línea del campo, defensa y ataque.
El centro de articulación debe comenzar con Gustavo, Veríssimo, Pituca y Jean Lucas, en la región central con variaciones de marco, con Pituca por la izquierda y centro, y Jean por la derecha y centro,
En la posición de ataque tenemos cuatro jugadores para dos plazas: Jean Mota, Sacha, Uribe y Marinho.
 Yo entraría con Sacha y Jean Mota, y luego colocaría a Uribe y Marinho, todos jugando juntos, entrando, además de Wanderlei en el gol santista.O time do Atletico MG é extremamente rápido, e funciona muito bem pelas laterais do campo. Se quisermos realmente avançar na copa do Brasil, o Santos vai ter que se superar o quesito saída de bola, qualidade  na distribuição de jogadas para ganhar o jogo na qualidade ofensiva como bons passes e chutes a gol. Essa saída de bola, deve basicamente estar na recepção dos extremos defensores, sejam zagueiros laterais ou volantes, e um bom revesamento e espaço futuro na saída de bola dos atacantes.
Os extremos defensivos e ofensivos devem trocar de posição na faixa lateral, mas também em diagonal e lateralmente com os volantes, tanto para "abrirem o leque", como para fecharem na defesa quando preciso.
Temos dois externos esquerdos que marcam e defendem bem: Jorge e Jonathan, e dois externos direitos que também podem fazer bem essa função pela direita: Ferraz e Sanches. Jorge e Sanches com características de volantes e armadores pelo centro avançado também , caminhando  ao terço central, com Ferraz e Jonathan laterais, alas,  revesando na linha do campo , defesa e ataque.

O centro de articulação deve começar com Gustavo, Veríssimo, Pituca e Jean Lucas, na região central com variações de armação, com Pituca pela esquerada e centro, e Jean pela direita e centro,

Ja na posição de ataque temos quatro jogadores para duas vagas: Jean Mota, Sacha, Uribe e Marinho.
 Eu entraria com Sacha e  Jean Mota, e depois colocaria Uribe e Marinho, todos jogando enfiados, se entrarem, além de Wanderlei no gol santista.



domingo, 2 de junho de 2019

Ceará 0 x 1 Santos, Santos, Sampaolli tiene un acordeón que se reproduce cuando funciona

El Santos ha alternado sus juegos con mayor concentración, de jugadores, en medio del primer tercio del campo, y ha encontrado dificultad cuando la intensión es extremadamente defensiva. Fueron tres juegos sin balancear las redes. 

En el caso de los Palmeiras, por ejemplo, con 4 volantes y sin un extremo alternando la subida con esos volantes, el equipo se vio bastante acorralado, en realidad Jorge hizo falta por el sector izquierdo y faltó un escape para las "bolas entrar", en el último tercio del campo, para un mejor juego y también faltó jugadores para hacer los goles. Perdimos también, en el centro de la defensa, con los goles ocurriendo por allí. Prácticamente no pateamos a gol en ese juego.

En el caso del Inter y Atlético MG (copa de Brasil), tuvimos dos juegos, en términos tácticos, con una cierta semejanza, con una disputa numérica parecida en el medio campo, con el ataque recibiendo pocas bolas, observamos un cambio y un movimiento más equilibrado, pero aún lejos de ser el ideal. Falta de jugadas para finalización en: "boquillas del área", "bolas dentro del área", o "patadas resultados de tablas" en el primer tercio de la defensa adversaria. Si contra el Vasco tuvimos exceso de patadas, aquí, en los juegos de la secuencia, no se vieron patadas ninguno, independientemente del resultado, las bolas de ataque están todavía mal aprovechadas. No se sabe si por temor, o falta de entrenamiento ofensivo.

En contra de Ceará, el equipo prácticamente jugó sólo en el segundo para el tercer tercio del campo, con mucha libertad, tocaba la pelota lateralmente y se acorralaba en los rincones del campo, con copete ya veces con quien venía por la derecha, o con jugadas no tan bien esperadas por nuestros articuladores del medio campo. Sólo en el segundo tiempo, con un esquema "estirado en los extremos", y con vueltas de bolas, y bolas más tranquilas para los extremos avanzados, fue que el Santos creció en el partido y puede hacer gol de gol, y el propio gol.

Posición y jugador:

Gol: Emerson: hizo dos grandes defensas, una dentro del gol, casi la "quema", y otra de una patada más larga, tuvimos fallas de posicionamiento en la línea y en la subida de jugadores, que podrían ser orientados por el portero.

En el juego, las tablas se realizaron en el sector sin mucho recurso para jugar al último tercio. Jorge y Ferraz podrían haber adelantado más, cambiado más con los volantes o con los volantes, extremos adelantados, o incluso con medias.

En el caso de que se trate de un jugador que no haya jugado en el juego, el jugador de la selección de fútbol,

Volantes centrales: Nuestros 3 volantes jugó con espacios de ataque, y en algunas veces no se articular para recibir a Ceará defensivamente, pero ofensivamente funcionaron bien en el segundo tiempo, con una mejor distribución lateral de las jugadas y jugadores. Sanches, Juan y Jean, tampoco estaban tan ensayados, y parece que la recepción y la distribución, a partir del medio campo, sigue siendo el mayor problema para los goles santistas

Extremos adelantados: Me gusta ver el Coppete jugar, pero las bolas que el jugador tomó estaba quemando en sus pies, buscaba el medio y jugadas de retroceso sin mucha técnica y precisión, tal vez por estar un buen tiempo sin jugar. Ya en la derecha Sacha se infiltro, hizo el "machete" y volvió algunas veces. es un jugador que puede mejorar.

Centroavante: fue el primer juego de Uribe, y tal vez todavía necesite entrar en el esquema de recepción, pared de ataque y patadas. Tiene todo para mejorar en los próximos partidos común mayor entramado con el equipo.



Tecnico: Sampaoli: Necesita corregir la actitud de algunos dirigidos ante la prensa, No es posible, un jugador no querer participar en partidos del club, o si se desconvoca de entrenamientos o viajes profesionales. Desafortunadamente estas cosas, como se dice en la prensa, no son legales para el propio jugador y club. Cueva, por ejemplo, en el último partido que entró, golpeó un escalón de forma vergonzosa, parecía que estaba en un entrenamiento. Y luego viaja, pareciendo que esta saliendo de vacaciones. Realmente eso, no puede suceder en un club con la grandeza del Santos FC. Además de decir que no había pedido ser dispensado. El técnico es excelente, pero tiene que cuidar de lo que se dice en la prensa por algunos jugadores sobre cuestiones del club.

O Santos tem alternado seus jogos com maior concentração, de jogadores, no meio do primeiro terço do campo, e tem encontrado dificuldade quando a intensão é extremamente defensiva. Foram trtes jogos sem balançar as redes.
Contra o Palmeiras, por exemplo,com 4 volantes e sem um extremo alternando a subida com esses volantes, o time se viu bastante encurralado, na verdade Jorge fez falta pelo setor esquerdo e faltou um escape para as "bolas entrarem", no último terço do campo, para um melhor  jogo e também faltou jogadores pra fazer os gols. Perdemos também, no centro da defesa, com os gols acontecendo por alí. Praticamente não chutamos a gol nesse jogo.
Contra o Inter e Atlético MG (copa do Brasil), tivemos dois jogos, em termos táticos, com uma certa semelhança, com uma disputa numérica parecida no meio campo, com o ataque recebendo poucas bolas, observamos uma troca e uma movimentação mais equilibrada, mas ainda longe se ser a ideal. Falta de jogadas  para  finalização no: "bicos da área", "bolas dentro da área", ou "chutes resultados de tabelas" no primeiro  terço da defesa adversária. Se contra o Vasco tivemos excesso de chutes, aqui , nos jogos da sequencia,não se viram chutes nenhum, independente do resultado, as bolas de ataque estão ainda mal aproveitadas. Não se sabe se por receio, ou falta de treino ofensivo.
Contra o Ceará, o time praticamente jogou só no segundo para o terceiro terço do campo, com muita liberdade, tocava a bola lateralmente e se encurralava nos cantos do campo, com copete e as vezes com quem vinha pela direita, ou com jogadas não tão bem esperadas pelos nossos articuladores do meio campo. Somente no segundo tempo, com um esquema "esticado nos extremos", e com viradas de bolas, e bolas mais tranquilas para os extremos avançados, foi que o Santos cresceu na partida e pode fazer jogadas de gol, e o próprio gol.
Posição e jogador:
Gol:Emerson: fez duas ótimas defesas, uma dentro do gol, quase a "queima roupa"" , e outra de um chute mais longo, tivemos falhas de posicionamento na linha e na subida de jogadores , que poderiam ser orientados pelo goleiro.
Extremos defensores: Não vimos saídas de linhas de fundo e também pouquíssimo "bicos de àrea" nesse jogo, as tabelas aconteceram em setor sem muito recurso para jogadas para o último terço.Jorge e Ferraz poderiam ter adiantado mais, trocado mais com os volantes ou extremos adiantados, ou até com meias.
Zagueiros: Praticamente marcaram em linha de espera adiantada, algumas vezes  com falha nos espaços na área, falta de um volante que pudesse marcar a jogada  Aguillar e Veríssimo não estão entrosados, e se fosse um time um pouco melhor teríamos tomado gols.
Volantes centrais :  Os nossos 3 volantes jogaram com espaços de ataque , e em algumas vezes não se articularam para receber o Ceará defensivamente, mas ofensivamente funcionaram bem no segundo tempo, com uma melhor distribuição lateral das jogadas e jogadores. Sanches, João e Jean, também não estavam tão ensaiados, e parece que a recepção e a distribuição, a partir do meio campo, ainda é o maior problema para acontecerem os gols santistas
Extremos adiantados : Gosto de ver o Coppete jogar, mas as bolas que o jogador pegou estava queimando em seus pés, buscava o meio e jogadas de recuo sem muita técnica e precisão, talvez por estar um bom tempo sem jogar. Já na direita Sacha se infiltrou, fez o "facão" e voltou algumas vezes. è um jogador que pode melhorar.
Centroavante : foi o primeiro jogo de Uribe, e talvez ainda precise entrar no esquema de recepção , parede de ataque e chutes. Tem tudo para melhorar nos próximos jogos comum maior entrosamento com o time.

Tecnico: Sampaoli: Precisa corrigir a atitude de alguns comandados junto a imprensa, Não é possível, um jogador não querer participar de jogos do clube, ou se desconvocar de treinos ou viagens profissionais. Infelizmente essas coisas, da forma como são ditas na imprensa, não são legais para o próprio jogador e clube. Cueva, por exemplo, na última partida que entrou, bateu um escanteio de forma vergonhosa, parecia que estava em um treino. E depois viaja, parecendo que esta saindo de férias. Realmente isso, não pode acontecer em um clube com a grandeza do Santos FC. Além de dizer que não tinha pedido para ser dispensado. O técnico é excelente, mas tem que cuidar do que é dito na imprensa por alguns jogadores sobre questões do clube.

domingo, 12 de maio de 2019

Santos 3 x 0 Vasco, Santos fantástico! podría ganar de 10 x 0 con entrenamientos de "paredón" de Sanches, Soteldo y Jean Mota.

El Santos hizo su mejor partido este año.

El equipo entró en campo agrediendo al adversario y buscando marcar el espacio ocupado, tanto con las bolas en poder del equipo, como las bolas en poder del adversario aún en el campo del adversario. Las variaciones de los extremos y laterales con los volantes y centrales, con las diversas líneas cambiando de lugar en el campo, revesando con las líneas de medio campo y ataque, confundieron el sistema de marcación del Vasco.

El Vasco entró con 3 defensas, bastante retrocedidas y no tenían táctica para sacar la pelota del sistema defensivo, entregando el balón a nuestro ataque en todo momento y haciendo al blanco del portero Sidón ser virtualmente bombardeado por la escuadra santista, en todo momento.

Y claro que si Soldeto, Sanches y João Mota entrenaran un poquito más los patadas a la pared, y acertaban algunos patadas desperdiciadas, por supuesto que el equipo iba a llegar con una goleada histórica en el Pacaembu.



Función y jugador

El portero: Wanderlei - Tuvo poco trabajo, pero interfirió en las jugadas de ataque del Vasco.

Los defensas / izquierdo y derecho: Lucas y Gustavo, trabajaron muy bien la línea de impedimento, pero pueden complicarse con la falta de un central en la tabla del adversario, como sucedió con el gol anulado y en algunas situaciones. Necesita tener un mejor ensayo en los escenarios de nuestros para aprovechar las bolas altas, Correr hacia la pelota o esperar en lugares combinados con dos toques.

laterais:Ferraz e Jorge, muy bueno, actúa en las 4 líneas del campo muy bien. Puede ser hasta una alternativa en el centro del ataque, tiene una buena movilidad y hace bien la pared, además de marcar muy bien.

Volantes / calcetines: Pituca jugó pero en la segunda función, y supo explorar los espacios dejados del equipo adversario, Sanches, fue muy bien, falta el chute ser mejor, y aguantar un poco más el juego. Jean Lucas, me pareció un poco confuso, en las líneas de marcación, pero supo poner jugadas y mejoró en el juego. Alison entró un poco ahogado, pero dio una seguridad defensiva mejor.

Extremos / centro: Rodrygo y soteldo jugó muy bien, acompañaban todas las salidas de balón y participaban de tablas y patadas hacia el gol. Pide la participación de los dos, en ese juego

El delantero central / media: Sacha, después, João Mota, trajeron espacios para quien venía de atrás, pero aún falta acertar mejor los desplazamientos a la hora de recibir el pase en el vacío, de quien pasa, y sincronizar con quien está delante para continuar las calles tablas.

El técnico: Sampaoli, hace un esquema de presión muy aplicado, no deja salir la pelota salir del campo del adversario, hace una lectura muy buena del punto débil y explora allí. Felicitaciones!



Atletico MG x Santos

El juego durísimo, el más difícil de la temporada, enfrentaremos a un equipo que esta preparando para esa competición a algún tiempo, con un plantel que se asemeja al nuestro y con la misma voluntad que tenemos de ganar el juego. Por eso el equipo tiene que entrar bastante ligado y con mucha disposición táctica y física. Buena suerte a todos .Luiz Ramos

Enviar feedback
Histórico
Salvas
ComunidadeO Santos fez a sua melhor partida esse ano.
O time entrou em campo agredindo o adversário e procurando marcar o espaço ocupado, tanto com as bolas em poder do time, como as bolas em poder do adversário ainda no campo do adversário. As variações dos extremos e laterais com os volantes e centrais, com as diversas linhas trocando de lugar no campo, revesando com as linhas de meio campo e ataque, confundiram o sistema de marcação do Vasco.
O Vasco entrou com 3 zagueiros, bastante recuados e não tinham tática para tirarem a bola do sistema defensivo,  entregando a bola´para o nosso ataque a todo momento e fazendo ao alvo do goleiro Sidão ser virtualmente bombardeado pela esquadra santista, a todo momento.
E evidente que se Soldeto, Sanches e João Mota treinassem um pouquinho mais os chutes a parede, e acertassem alguns chutes desperdiçados,é claro que o time ia chegar com uma goleada histórica no Pacaembu.

Função e jogador
Goleiro:  Wanderlei - Teve pouco trabalho, mas interferiu em jogadas de ataque do Vasco.
Zagueiros/esquerdo e direito : Lucas e Gustavo, trabalharam muito bem a linha de impedimento, mas podem se complicar com a falta de um central na tabela do adversário, como aconteceu com o gol anulado e em algumas situações. Precisa ter um ensaio melhor nos escanteios nossos para aproveitar as bolas altas, Correr em direção a bola ou esperar em lugares combinados com dois toques.
Alas/centrais: Ferraz e Jorge.Começou a funcionar mais as trocas no setor externo da defesa , com cobertura de volantes e zaga e a ocupação dos laterais no meio, com os extremos facilitando o ataque a marcação nas laterais do ataque.  Jorge, muito bom, atua nas 4 linhas do campo muito bem. Pode ser até uma alternativa no centro do ataque, tem uma mobilidade boa e faz bem a parede, além de marcar muito bem.
Volantes/meias: Pituca jogou mas na segunda função, e soube explorar os espaços deixados do time adversário, Sanches, foi muito bem, falta o chute ser melhor, e aguentar um pouco mais o jogo. Jean Lucas, me pareceu um pouco confuso, nas linhas de marcação, mas soube colocar jogadas e melhorou no jogo. Alison entrou um pouco afobado, mas deu uma segurança defensiva melhor.
Extremos/centro: Rodrygo e soteldo jogaram muito bem, acompanhavam todas as saídas de bola e participavam de tabelas e chutes em direção ao gol.Perfeita a participação dos dois , nesse jogo
Atacante central / meia: Sacha, depois, João Mota, trouxeram espaços para quem vinha de trás, mas ainda falta acertarem melhor as deslocações na hora de receber o passe no vazio, de quem passa, e sincronizar com quem esta na frente para continuar  as tabelas. Ainda precisamos de uma opção de ataque central, uma opção de altura e deslocamento, para chute e cabeceio, ou seja um 9 de origem, para dar opção de gol ao time, e ter uma nova opção tática também..
Técnico: Sampaoli, faz um esquema de pressão muito aplicado, não deixa sair a bola sair do campo do adversário, faz uma leitura muito boa do ponto fraco e explora ali. Parabéns!

Atletico MG x Santos - copa do Brasil
Jogo duríssimo, o mais difícil da temporada, enfrentaremos um time que esta se preparando para essa competição a algum tempo, com um plantel que se assemelha ao nosso e com a mesma vontade que temos de ganhar o jogo. Por isso o time tem que entrar bastante ligado e com muita disposição tatica e fisica. Boa sorte a todos .Luiz Ramos

sexta-feira, 23 de novembro de 2018

lrsantista não apoia mais Peres...nem MT, nem Roma , nem Odílio e nem nenhum ex.

lrsantista não apoia mais Peres...nem MT, nem Roma , nem Odílio e nem nenhum ex. RESPONSABILIDADES
Seria bom vir de peito  aberto e dizer que o Santos mudou para melhor... que realmente estamos saindo do buraco e que as metas estão sendo alcançadas.
Mas infelizmente o que estamos presenciando , na diretoria santista, é um mar de incertezas, e sem perspectivas de melhora para o nosso grupo.
Estamos com um elenco limitadíssimo, e ao mesmo tempo com muitos jogadores que  podem ser negociados, de outras categorias ou os emprestados ao invés dos nossos titulares.
Por outro lado o limite de empréstimo futuro, para o orçamento do clube, praticamente esgotou. O que temos ainda é praticamente o dinheiro de venda de alguns poucos jogadores, (incluindo o Rodrigo).
Nosso time não resolveu o problema do funcionamento interno e externo.

Interno, percebemos relatos cotidianos , pela imprensa de notícias negativas de todos os setores do clube, incluindo treinador e jogadores.
Empresários continuam mandando no grupo, e fazem do time um verdadeiro cassino, utilizando a imprensa, a internet, e a própria torcida como parte desse jogo sujo, de compra e venda, desprezando o manto sagrado, e o mínimo de ética com quem está empregado no clube, e quem assiste os jogos..
Os torcedores estão cansados de assistir um time praticamente inerte, não existe bola certa depois do meio campo. Não existe jogadas, não existe chutes. Muito triste!
Aliás, ninguém esta interessado no clube, apenas na sua posição pessoal, incluindo toda diretoria e presidente.
O time também continua com muitos funcionários, gastando muito em todos os setores, e não consegue fazer uma politica adequada com os seus jogos.
Parece que possíveis vendas ou compras futuras dos atletas, jogadas na mídia de forma desordenada, são mais interessantes do que o momento presente da equipe.

Para o ano que vem, possivelmente teremos dois goleiros, três zagueiros, dois ou três laterais, dois volantes, um armador e quatro atacantes para iniciar a temporada,  com nível mínimo para atuar no paulista. Não presenciamos um trabalho com jogadores emprestados ou de outras divisões, com a mesma intensidade que nossos titulares para serem negociados . O que por si só, já é um erro estratégico enorme. E deixa o torcedor bastante irritado.
Três ou quatro jogadores titulares valem mais, praticamente, do que todos os outros que estão fora do clube emprestados, ou atuando em outras categorias.

Responsabilidades

Existe um grupo de Santistas articulando um documento que mostre o descontentamento da torcida com tudo que aconteceu durante os últimos 25 anos do clube. Onde a tônica, dos presidentes que passaram, foi comprar e vender jogadores e o clube sempre sair com prejuízo no final de cada gestão. Novos empréstimos, em gestões seguintes e novos prejuízo após termino de mandatos. Esse grupo de apaixonados pelo peixe,quer quebrar essa rotina. Com apoio jurídico e administrativo, serão encaminhadas várias cartas a representação da cidade de Santos. (A OAB, por exemplo, solicitando a leitura administrativa do Santos nesses 25 anos para que se possa realmente entender como o time está nesse momento, suas pendências jurídicas, com seus problemas financeiros, e principalmente, entender,  que esse ciclo não pode, e não deve  voltar, a ocorrer daqui pra frente.)

Venho aqui registrar , que o descontentamento desse blogueiro é imenso e que ira lutar para que novas lideranças apreçam para tirar o Santos do buraco que se encontra.

Saudações santistas


domingo, 4 de novembro de 2018

Peres "autoriza" e empresários e imprensa detonam indiretamente Wanderley. E o mito falha pela primeira vez!

Já não é de hoje que notícias de transferências de jogadores na imprensa, provocam ira na torcida e instabilidade no jogador.
A primeira falha de Wanderley com a camisa do Santos, aconteceu justamente quando empresários e imprensa, resolveram testar, ou trabalhar o valor do jogador através de veiculação de interesse de clubes. Com isso  praticamente iniciou -se  um leilão entre o clube e um possível interesse de outro time. Associando assim, a uma "possível" futura dispensa, devido ao  seu elevado salário contratual. Esse procedimento, e o torcedor tendo Wanderley como o nosso ídolo, provocou descontentamento entre os torcedores, e prejudicou o seu estado emocional contra o Palmeiras. A falha, no gol tomado,  foi fruto desse desgaste.
Em primeiro lugar, e está no estatuto do clube, quem deve tratar da possível transferência, ou qualquer negociação do atleta, é o presidente do clube. Ninguém tem essa autorização, e nem é legal, via imprensa ou por qualquer meio de comunicação, expor, como produto de qualquer especulação, um jogador com contrato em vigência na equipe. Especulações não estão no estatuto do clube, não é permitida, muito menos interlocução publica de negociação por pessoa não habilitada para isso.
Seja empresários ou jornalistas.
Temos informações sobre gastos com jogadores que repassavam bons valores a empresários em comissões de transferências, elevado número de jogadores sem condições técnicas no plantel, além do excesso de funcionários desnecessários ao clube, que também trazem despesas significativas. Ficamos longe dos 5 milhões mensais de gastos, situação necessária para viabilizar o clube.
Em segundo lugar, o Santos não é uma feira, e muito menos um mercado de batatas, o nosso nome esta acima de qualquer pessoa que tente diminuir nosso nome, afetando nosso patrimônio ou diminuindo nosso clube e nosso torcedor.
Jornalistas ridículos,  sem nenhum recurso ético ao citar negociação de jogador, valores e clubes interessados. O torcedor santista, a torcida, é muito mais importante, e a marca Santos FC, esta muito acima dessas pessoas.
Nesse sentindo, vendo essa história acontecer nos 3 anos de contrato com Lucas Lima, "prometido" para um monte de lugar, e se queimando com a torcida, vários jogadores como Ferraz, Dodo, Veríssimo, Bambú, entre outros,que  alguns ano passado e outros esse ano também, sofreram com problemas de especulação publica, posso vir a tomar uma posição radical. Não apoiar o presidente Peres se isso continuar, ou se as devidas providencias não forem tomadas para que isso seja evitado.
Quem se beneficia com isso? Quem autoriza isso? Quem faz isso?
Realmente incomoda muito, ver nossos jogadores metidos em leilões, diminuindo nossa marca e desrespeitando o contrato aqui existe,
O que tenho a dizer, é que  se esse tipo de comportamento repetir deixarei de apoiar Peres, e farei o possível para que as negociações aconteçam de forma interna.
  Gostaria que fosse a última vez que isso acontecesse.
Uma boa noite a todos!

Santos rumo a libertadores

sábado, 27 de outubro de 2018

Santos 3 x Fluminense 0, transição meio/ ataque melhora, mas erros de passes continuam

Santos evolui na transição defesa /ataque, apesar de continuar  fazendo passes errados após a intermediária (em sequencia).
O sistema tático continua um pouco estático , no entanto mais técnico, com a bola no pé e com deslocamentos curtos , que começam a ser produtivos.
Contra o Fluminense percebemos que a montagem do ataque ainda precisa ser definida com maior rapidez, quando o time está com a posse de bola,  ou com troca de bola na frente que facilite a jogada de finalização.
A leitura dos deslocamentos dos meias e atacantes sempre demora um pouco, e isso prejudica o time no começo do jogo, principalmente na marcação da nossa zaga.
Os três gols do Santos foram feitos no final do jogo, precisamos impor mais no começo dos jogos em casa.
Setor por setor, jogador por jogador

GOL: Wanderlei, ótimas defesas nos dois últimos jogos, errou três lançamentos na esquerda no jogo anterior, esse jogo de hoje foi mais equilibrado. É preciso uma melhor recepção nos lançamentos e na volta dessas bolas. Perfeito nos outros fundamentos e conjuntos de jogadas.

LATERAIS:  |Gostei da atuação do Ferraz, conseguiu ler melhor o ataque adversário e teve cobertura para atacar e fazer gols. Do outro lado Dodo consegue equilibrar a linha defensiva, mas falta ainda jogadas para finalização envolvendo o adversário, a leitura na sua transição precisa ser feita pelos volantes.

ZAGUEIROS: Provavelmente não teremos Bambú e Veríssimo no ano que vem, mas devem sair do clube com a cabeça erguida e pela porta da frente. Honraram a camisa do peixe enquanto tiveram aqui. Apesar de faltarem poucas rodadas, o Santos termina o ano com 4 ótimos zagueiros. Eu acredito que apenas o Gringo, que volta de empréstimo, pode ser encorporado, na saída de Veríssimo e Bambú.  o defensor Sabino também deve entrar  para compor com Luíz e Gustavo a defesa de 2019.

VOLANTES: Alison e Pituca conseguiram adquirir um equilíbrio perfeito na marcação central, embora no jogo anterior tivemos uma presença de um jogador livre,saindo do meio campo , entrando na área, e finalizando no gol. Deve ser treinada a infiltração ofensiva dos volantes, alternando com  a manutenção do quarteto defensivo (na leitura do adversário). Acredito que Renato deve começar a ter um intenso trabalho fora do campo com a aproximação da realização contratual, com o cargo executivo, para o ano que vem. A verificação técnica (do executivo) demanda um histórico dos clubes para serem analisados, da demanda técnica,os tipos de negociações existentes e as negociações futuras . Tanto para os diversos jogadores que voltam para o clube,  como os  que vão ser negociados. Acho que vai ser difícil a conciliação das duas funções. É muito trabalho.

MEIAS: Rodrigo é um jogador que tem que flutuar a caminho do ataque, recebendo a bola de ligação, e tocando sempre na sequencia para os dois outros atacantes, ou  outro jogador que inverta a posição. Sanshes, já consegue terminar o jogo, e melhora a cada jogo taticamente, Nessa fase, trocar de lugar no campo é muito importante no ataque para confundir o adversário.

ATACANTES: Gabriel, melhora a cada jogo, mas ainda não troca de posição com os companheiros, é importante ir para as pontas e esperar alguém (para fazer o pivo em dois), para sobrar na sequencia de gol. Isso precisa ser treinado pelo Cuca, o Cuca está lá também para criar e treinar essas jogadas que entram na área para finalização. BH ainda não saiu da fase mais complicada e tem sido substituído, provavelmente a recuperação total do BH será mais lenta, mas taticamente el é muito importante.

No geral o time base está evoluindo, saindo para um plano mais equilibrado. Acredito que os jogos contra o Palmeiras e Flamengo, vão ser os mais importantes da competição, com certeza, os outros temos condições de pontuar, nesse nível de jogo que e estamos fazendo.

O Cuca é um ótimo técnico, bastante engraçado, muito gente boa, e está fazendo um ótimo trabalho. É um dos técnicos que mais me identifiquei nos últimos anos.

SANTOS RUMO A LIBERTADORES DE 2019

segunda-feira, 8 de outubro de 2018

Vitória 0 x Santos 1. "canhotos" no bobinho já. 2 toques com a perna direita

A proposta é reunir os canhotos do time, na lua cheia do campo de treino.
O bobinho será de dois toques SÓ VALE PÉ DIREITO, com 2 no Bobo.
 Vamos achar o melhor de 10 bobos, a cada dia.
Os canhotos? Dodô, Pituca, Gabriel, Copete, são os responsáveis pelo evento, e reunir todos os canhotos do time antes dos treinos.
O pior da semana paga 20 flexões e o melhor ganha 100 reais do lr. Pode vir me cobrar , Quem topa?
Quem topa?
Infelizmente temos visto muitas bolas jogadas, onde a coordenação , equilíbrio dos jogadores na realização de jogadas com o pé direito, ou com a posição de tomada de bola pela direita, ou finalização, está bem defasada pelos canhotos do time.
Precisamos treinar isso, para não vermos mais jogadas terríveis, que tem acontecido nos jogos.
Gabriel, e Pituca, depois Dodo, Copete são os que mais precisam de equilíbrio e treino.
O  Gabriel quando jogava na base já tinha esse problema, mas nada foi corrigido, infelizmente.
Os outros precisam de treinamento diário também.

Setor e Jogadores
GOL: Wanderlei , muito bom, consegue transmitir posicionamento e responsabilidade para cada jogador, está em grande fase e merece uma vaga na seleção do Brasil.

LATERAIS: As jogadas precisam sair e ter mais objetividade, sinto falta do Dodo mais agressivo, e os jogadores de frente com melhor condição de troca e finalização.
Já Vitor, está entrando bem pelo lado e pela ponta, mas ainda não temos a passagem da bola,certa, para quem está na frente, ou entrando no bico ou no meio da área. Falta treinamento.

DEFESA: Gustavo, na base, tinha uma boa direção de cabeçadas, puxadas, arranques , chutes, e flexão adequada. Está começando a adquirir essa forma depois dessas últimas atuações. Melhora a parte tática, e começa a apresentar um bom rendimento como no tempo da base. Já Luiz ainda está um pouco longe do ideal, precisa de um melhor preparo técnico e tático ainda.

VOLANTES: Alison é um "pitbull" na frente da área , mas precisa ter suporte nas arrancadas e deslocamentos laterais de cobertura, quando sai do meio. As distâncias laterais dos atacantes tem gerado jogadas de gol. A leitura  de quem arma, no adversário, precisa ser melhor planejada no grupo. Pituca começa a ter mais tranquilidade para jogar, também precisa saber quem marca, quem  vai para o outro ficar e equilibrar as jogadas no campo de ataque, no 1 ou no 2 da defesa. Seja no centro ou nas laterais.Isso ainda continua bem confuso no grupo.

ARMADORES: Acho que Rodrigo, precisa ter mais liberdade para jogar na recepção de defesa e ataque , mas precisa compactar o 3º passe também. é um jogador que pode ser o último atacante para fazer gol, como pode vir receber e inverter jogadas com quem sobe. Sanches, é um ótimo jogador, a melhor contratação do Santos. sabe conduzir jogadas, e tem boa leitura do adversário. Mas precisa equilibrar sua energia para ficar a partida inteira com bom preparo físico, e com melhores opções nas criações de jogadas.

ATACANTES: Gabriel, está fazendo gols, mas tem perdido gols incríveis também, errando nas conduções e passes, pelo lado e perna direita do corpo, principalmente. Além de  ficar em posicionamentos , no campo, pouco criativos. A bola não pode vir por cruzamento aéreo para ele. Então tem que ser trabalhada, virada de lado, cutucada certa, achar o espaço de entrada, de direita ou esquerda para fazer o gol, (e não adianta chorar). A bola tem que chegar na frente, no lado , ou atrás da zaga. Isso é treino do Cuca, não tem o que fazer para melhorar. BH, esta atravessando uma fase muito chata. Tem potencial, sabe fazer a jogada do mano a mano, mas o corpo não tem acompanhado. Isso é momentâneo, esses erros vão se transformar em acertos, e em breve o atacante vai voltar a fazer o que sempre fez: Gols.

Enfim, o Santos precisa ser mais criativo e ao mesmo tempo mais combatente no setor ofensivo. Acertar jogadas que não estão dando certo, e procurar diminuir a atuação do adversário com as bolas no campo defensivo, lendo as jogadas do adversário, antes dos lances. O treino dos "canhotos" com a "direita", incluindo aí o equilíbrio corporal para jogar, parece uma brincadeira, mas é algo que deveria ser feito, como rotina.

Boa semana a todos

Santos rumo a libertadores.